My Dear friends

This site not work anymore .I have a new site and you can go there visit me. I dont go put more post here anymore ... If you like this blog go there .. I will be there for you ... Olá meus queridos amigos ... agora tenho um novo blog Este site nao funcionará mais , tive alguns problemas. Agora tenho um novo endereco de blog. Nao irei mais colocar post neste blog .. Todas as atualizacoes e novidades estarao no outro endereco .. Acessem... estarei lá pra vcssss Se vcs gostaram desse blog irao amar o outro .. mais atualizado e lindo ... Vamos láaaa .... visitem-me lá .. Beijinhos Lili

Tank for everything !!!

melldesofia.blogspot.com

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Anjo de Quatro Patas - Walcyr Carrasco



Anjo de Quatro Patas
Existem pessoas que não gostam de cães.
Estas, com certeza, nunca tiveram em sua vida um amigo de quatro patas.
Ou, se tiveram, nunca olharam dentro daqueles olhos para perceber quem estava ali.
Um cão é um anjo que vem ao mundo ensinar amor.
Quem mais pode dar amor incondicional,
Amizade sem pedir nada em troca,
Afeição sem esperar retorno,
Proteção sem ganhar nada,
Fidelidade 24h por dia?
Ah, não me venham com essa de que os pais fazem isso,
Porque os pais são humanos.
Se irritam, se afastam.
Um cão não se afasta mesmo quando você o agride,
Ele retorna cabisbaixo, pedindo desculpas por algo que talvez não fez.
Lambendo suas mãos a suplicar perdão.
Alguns anjos não possuem asas,
Possuem quatro patas,
Um corpo peludo,
Nariz de bolinha,
Orelhas de atenção,
Olhar de aflição e carência.
Apesar dessa aparência,
São tão anjos quanto os outros (aqueles com asas)
E se dedicam aos seus humanos tanto quanto qualquer anjo costuma dedicar-se.
Que bom seria se todos os humanos pudessem ver a humanidade perfeita de um cão!
(Desconheço autor)
*****
Recentemente terminei de ler o livro “Anjo de Quatro Patas” de Walcyr Carrasco, que me foi presenteado por alguém especial. Nele o autor conta sua história ao lado de Uno, um Husky Siberiano, uma raça de cão que lembra em muito o lobo, inclusive no uivo. É uma história verídica, cheia de aventuras e encantadora, onde podemos rir e chorar com o escritor e, para os que conhecem e tiveram a grande felicidade de já ter tido um desses amigos especiais de quatro patas, poderá se identificar em muitos momentos durante a leitura. Abaixo pequeno trecho do livro:

“Só chora quem realmente amou, e sem amor a vida é apenas uma passagem desolada. Meu cachorro, meu Uno, me acompanhou durante o tempo mais difícil da minha vida. Sua presença impediu que o deserto tomasse conta de mim, que me tornasse um ser estéril. Seus uivos, suas lambidas, suas corridas, caçadas, ternuras, tudo que desfrutamos juntos me manteve vivo.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha lista de blogs