My Dear friends

This site not work anymore .I have a new site and you can go there visit me. I dont go put more post here anymore ... If you like this blog go there .. I will be there for you ... Olá meus queridos amigos ... agora tenho um novo blog Este site nao funcionará mais , tive alguns problemas. Agora tenho um novo endereco de blog. Nao irei mais colocar post neste blog .. Todas as atualizacoes e novidades estarao no outro endereco .. Acessem... estarei lá pra vcssss Se vcs gostaram desse blog irao amar o outro .. mais atualizado e lindo ... Vamos láaaa .... visitem-me lá .. Beijinhos Lili

Tank for everything !!!

melldesofia.blogspot.com

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Não acaba aqui

fonte: http://meupequenolivroaberto.blogspot.com/

Não acaba aqui !
É tão dificil estar sem ti, viver sem ti !
É tão dificil estar aqui, e nao te ter a procurar-me. É dificil habituar-me a viver sem ti, a ir aprendendo sem ti.
Ainda me lembro do dia em que me disseste o teu "amo-te" nos meus olhos, ainda me lembro do dia em que no encostar dos teus lábios á minha cara,eu te desloquei e te espetei o primeiro de milhares de beijos. E nessa altura eu senti-me tão segura, tão protegida, eu senti-me tua. E nessa altura, eu sentia-me única para ti, hoje, sinto-me mais uma, havendo uma substituta e uma comparável.
Acreditei nas tuas palavras, de quando de mão bem apertada me disseste bem ao ouvido, e só para mim: "Eu nunca vou amar outra rapariga, e mesmo que um dia namore pra alguém eu vou-te amar sempre"- estadio AXA.Tu fazias tudo, tudo por mim, mas mudaste e com razão.Foi assim até ao dia em que te foste embora, em que me deixaste aqui, foste embora, partiste. Mas a porta não se trancou. Porque tu ainda tens uma chave, e eu, em segredo tenho uma suplente.
Só gostava de saber o que se passou por comigo quando me disseste que isto era o melhor para os dois, porque na verdade, tinhas algo mais a contar-me, mas guardaste-as cruelmente só para ti, para "supostamente" não me fazeres sofrer.
A dor, este sofrimento é agora pior, pois eu acreditei no ultimo beijo e no: "Este nao vai ser o ultimo beijo, nao pode ser, eu amo-te" e só eu sei a força com que me beijaste e com que me pediste um abraço e que me olhaste nos olhos. Eu sei que era amor, porque foi contigo que aprendi isso.
Eu acredito em ti, e só em ti. E é isso que me dá força. Como indescritivelmente, hoje, senti que a tua avó, a nossa avó, me deu força, quando me disse :" A minha porta continua aberta para ti, meu amor". Eu conheço-te demais para perceber se tu estás a ser sincero ou não, eu conheço-te como nunca ninguém te conheceu.
E agora? Olho para ti e sinto uma vontade enorme de te abraçar, e de te fazer chegar o coraçao, e de te provar que as " nossas três coisas ainda sentem ", mais que nós uma saudade. Tenho saudades do meu único namorado, que me amarrava, e me supreendia a cada passo, que me beijava a cada segundo. Tenho fome de chorar contigo, de sorrir contigo, de dar por ti a adormecer no meu colo, de dar por ti a acordar-me com um amo-te de noite.
Mas agora nao posso, tu escolheste assim desta maneira. E sendo minha culpa eu aceito. Sou tua amiga, para mim sempre mais que uma amiga, lembraste desta frase: "E mesmo que eu já nao te ame, tu vais ser sempre o meu amor"- como poderia esquecer.
E como todos os dias me dizes, eu não sei se amanha estou aqui na Terra, o mundo dá muitas voltas.Ninguém sabe,só Deus sabe se no futuro estaremos de novo juntos. E por isso, eu escrevo isto, eu não desisto.
Agora? Sabes qual foi o pior momento de tudo, de toda a minha vida? Foi aquela hora, aqueles minutos, em que me trancaste em tua casa e me escondeste a chave para que eu não saisse de perto de ti, que junto á tua porta me abraçaste, me beijaste, me disseste: " nao , nao me faças isto, nao desapareças da minha vida assim", e quando eu te disse"é a ultima vez" e tu: "não, não é a ultima vez, nao me faças isto". Nesse momento eu saí da porta, e a cada passo lento ia olhando para trás, e via as tuas lágrimas no rosto,a dizer :"nao, nao, nao."
Até que eu volto atrás e digo: Beija-me ! Tu amarras-me, beijas-me bem forte e dizes-me: "Amo-te tanto !"- e nesse mesmo instante , se foi...
Agora pergunto, e respondo a certas ironias, ou perguntas: Será isto passado?
Eu estou aqui, meu amor* A Lia cresce e sente !
"Isto não é um ponto final, é apenas uma virgula, e tu vais me ajudar a fazer a primeira letra."- lembraste? foi ontem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha lista de blogs