My Dear friends

This site not work anymore .I have a new site and you can go there visit me. I dont go put more post here anymore ... If you like this blog go there .. I will be there for you ... Olá meus queridos amigos ... agora tenho um novo blog Este site nao funcionará mais , tive alguns problemas. Agora tenho um novo endereco de blog. Nao irei mais colocar post neste blog .. Todas as atualizacoes e novidades estarao no outro endereco .. Acessem... estarei lá pra vcssss Se vcs gostaram desse blog irao amar o outro .. mais atualizado e lindo ... Vamos láaaa .... visitem-me lá .. Beijinhos Lili

Tank for everything !!!

melldesofia.blogspot.com

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

«Quem disse que não há amores que acabam por triunfar?»


fonte: http://lovingmemoriesf.blogspot.com/

Hoje choveu todo o dia. Mas, apesar disso, o dia revelou-se uma autêntica surpresa.
Como desde há uns dias sentia, em mim, um enorme pessimismo, algo me dizia que por ti nada mais valia a pena, por muito que lutasse nada alcançaria. Desistir afigurava-se-me a única e inviolável solução.
No entanto, algo em mim não me deixava parar assim, não me deixava acabar com tudo sem sequer ter começado. Então, enchendo-me de coragem e valentia e por entre um certo nervosismo e ansiedade, que se observava claramente através dos meus lábios carnudos e trémulos ao tentar ditar as palavras, disse-te aquilo que sentia.
Foram os minutos mais longos da minha vida. O teu silêncio transformava-se a cada segundo num abismo cada vez mais profundo e sombrio, sem fim revelado. E eu, ansiava por uma palavra, por um abraço, por um beijo, mas não reagias e, sem mais força para continuar, fugi correndo, sem pensar para onde iria, apenas queria sair dali, queria esquecer tudo. Nunca mais queria sequer contemplar o teu olhar, pois se o fizesse todo o sofrimento daquele curto momento viria de novo ao cais e toda aquela dor que sentira, voltaria e isso, eu não queria.
Apanhei o autocarro mais próximo e já em casa derramei mil e uma lágrimas. Os meus olhos eram profunda tristeza e o meu coração era agora um puzzle, mas onde as peças não mais encaixavam.
Entretanto chegara o fim da tarde e já havia anoitecido. Olhei para a janela e do outro lado dos vidros chovia intensamente, era como se a chuva também estivesse amargurada e precisasse de companhia e, por isso, de um salto repentino, corri lá para fora e chorando alto, deixei-me ficar bem quieta olhando para o céu, sentindo cada lágrima da chuva embater no meu rosto.
De repente, por trás de mim, sinto algo tocar-me no cabelo, parecia uma mão que acariciava suavemente os meus longos caracóis molhados. Voltei-me e eras tu! Olhei fixamente o teu rosto e tu, percorres-te a minha face, com pequenos beijos tímidos até que chegas-te ao meu ouvido e sussurraste serenamente: «Também te amo.». Sem sequer conseguir falar, toquei no teu peito e consegui sentir o teu coração bater aceleradamente. Estavas ofegante, tinhas vindo atrás de mim e eu mal imaginara!
De longe ouvem-se as badaladas ecoar e, no meio da rua abandonada devido á chuva, puxas-me para junto de ti e, em simples segundos, os nossos lábios aproximam-se e tocam-se num beijo que será eternamente recordado.

___________________________________________________________________________________________

«Apenas uma história, apenas a minha história de amor ideal. Mas, quem disse que não há amores que acabam por triunfar?»

Filipa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Minha lista de blogs